terça-feira, 8 de maio de 2007

Calícia

São inúmeros altares
Inúmeros são os deuses

Conquistei li-verdade
Imitei cosmo-ética
Incorporei tecno-elogia
Aumentei auto-esgrima
Alcancei só-excesso
Encontrei pArte

Sempre o mesmo altar
O mesmo Deus de sempre

Não é de religião (não se discute)
é de Amém

O cálice
acalicia
é malícia

O altar, em sua altura
im-pressiona
ele é todo sedução
puro marketing

... carícia – carecemos ...

Tiremos o assento:

Amem!

Nenhum comentário: