segunda-feira, 20 de julho de 2009

Combinações

Estávamos celebrando: amor, teatro, dansa, vídeo, música e vida. O que estava em jogo era tudo mesmo. E, não obstante, existem coisas que de tão potentes brilham de cor e transformam o resto da cena em P/B: as formigas sugando a gota. As formigas se agigantando e engolindo não mais a gota. A gota virando mar. As formigas engolindo meu eu.

Um pouco mais poeta

O soco seco da revelação
de uma poesia que não é minha

depois, saborear
extemporaneamente
todo o meu
DESMÉRITO