segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Aquilo que sobra de uma impossibilidade

Para alcançar o que busco
seria preciso não ter feito
aquilo que fiz
que irreversível é

Restam besteirinhas
como reparar em
árvore que nasce
de acordo com o vento

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

estações passadas

Vem o trem
Cai semente
falta pomba
cresce o mato
some o trilho

ninguém lembra que ali um dia houve uma linha