quinta-feira, 21 de maio de 2009

O Mundo dá Voltas

me encontro em plena luta
contra palavras

num crescente desencanto

caduco com coisas que
antes aclamava
acho bobo
tudo aquilo que
não é bobo

fecho os ouvidos
pro que antes proferia

vejo minha imagem
nitidamente
ridícula

reajo fugindo

e

chego

novamente

em

mim

2 comentários:

Paulo Roberto Montanaro disse...

E quase seis meses depois, eis que surge uma postagem nova aqui... hehehe

Grande Anderson, o poeta!

Há braços

Raquel disse...

Não sabia que eu tinha um amigo poeta!!!
Adorei essa, retrata perfeitamente as mudanças que ocorrem com a gente durante várias fases da vida.
Nossa incansável metamorfose ambulante.
Adorei!