quinta-feira, 14 de outubro de 2010

de riquezas

sonegava aos meus pais,
tinha rolimã zero KM,
jogava golfe com gude e dedão
e quando eu consegui a tão sonhada cobertura

era de chocolate!

conquistei tudo essas coisas
mas da onde nasce o vento ainda não

2 comentários:

estevão disse...

mandaria escrever na minha tumba. ótimo isso.

Anderson Petroni disse...

Valeu Estevão! Aliás, quem mora em São Carlos sabe q perguntar onde nasce o vento é uma questão primordial, né? hehehe