quinta-feira, 11 de outubro de 2007

Amor e morte

“BOM É MORRER DE AMOR E CONTINUAR VIVO” - Mario Quintana

Um comentário:

Tati disse...

É por essas e outras que Mário Quintana parece ser "dono da não razão"... A vida cheia de superlativos é bem mais simpática... rs!